quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

Situação do município de Guajará, Amazonas.






BR-319: A estrada fantasma da Amazônia

Fonte: valor econômico

Passagem de ônibus custa R$ 5,00


Nossa casa Legislativa não se pronuncia ao ato absurdo que os empresários de Ônibus (sucatas), agem em Guajará. Com o preço das passagens custando R$ 5,00 por 20km.

Fonte: Facebook

Abandono da Gestão Publica - Guajará, Amazonas


A imagem acima mostra a entrada do município de Guajará, Amazonas e o total abandono da gestão publica do município. 

quinta-feira, 30 de maio de 2013

Amazonas terá R$ 86 milhões para obras em portos




O governo federal liberou R$ 86 milhões para a construção de terminais hidroviários no Amazonas.  Os recursos, destinados à Secretaria Especial de Portos, são investimentos suplementares de obras que fazem parte do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).  No estado, terão aporte de investimentos as obras de construção de terminais portuários em 22 municípios do interior. Na capital, haverá recursos para as obras o Porto da Manaus Moderna. Ao todo, o governo federal liberou R$ 215 milhões para a Secretaria investir em portos de todo país.

Os municípios que receberão os investimentos são: Alvarães, Anori, Anamã, Barreirinha, Beruri, Boa Vista dos Ramos, Canutama, Carauari, Careiro da Várzea, Codajás, Eirunepé, Envira, Guajará, Ipixuna, Iranduba, Itamarati, Itacoatiara, Itapiranga, Parintins, São Gabriel da Cachoeira, Silves e Tapauá.

O senador Eduardo Braga (PMDB/AM), líder do governo no Senado, comemorou a liberação dos recursos. Segundo ele, os investimentos em portos no interior são essenciais para o desenvolvimento do estado.

“A liberação desses recursos é de extrema importância para melhorar o acesso aos municípios do Amazonas e facilitar o transporte de pessoas e de cargas no nosso estado”, disse o senador.
Veja abaixo quanto será destinado a cada município.


Alvarães - R$ 3.600.000,00

Anamã - R$ 3.800.000,00

Anori  - R$ 3.400.000,00

Barreirinha - R$ 2.185.000,00

Beruri  -  R$ 1.285.000,00

Boa Vista dos Ramos -  R$ 2.885.000,00

Canutama - R$ 3.785.000,00

Carauari - R$ 2.785.000,00

Careiro da Várzea - R$ 8.983.000,00

Codajás - R$ 3.785.000,00

Eirunepé - R$ 900.000,00

Envira - R$ 3.800.000,00

Guajará - R$ 2.985.000,00

Ipixuna - R$ 3.985.000,00

Iranduba - R$ 3.280.000,00

Itacoatiara - R$ 7.300.000,00

Itamarati - R$ 4.485.000,00

Itapiranga - R$ 2.885.000,00

Manaus - R$ 9.600.000,00

Parintins - R$ 2.900.000,00

São Gabriel da Cachoeira - R$ 900.000,00

Silves - R$ 3.800.000,00

Tapauá - R$ 2.985.000,00

TOTAL- R$ 86.298.000,00

Assessoria do Senador Eduardo Braga.

terça-feira, 22 de janeiro de 2013

Em 2012, prefeitos e ex-prefeitos do Amazonas foram condenados em R$ 177 milhões


Em 2012, TCE condenou prefeitos e ex-prefeitos do Amazonas em R$ 177 milhões.
Manaus - Em 2012, o Tribunal de Contas do Estado (TCE) proferiu sentenças contra 71 prefeitos e ex-prefeitos do interior do Amazonas, que entre multas e devoluções de dinheiro público, foram condenados a pagar R$ 177.919.849,99, por problemas nas prestações de contas das prefeituras. Em relação a 2011, o valor das punições diminuiu cerca de R$ 20 milhões.
Twitter Facebook Delicious Digg Stumbleupon Favorites More

 
Powered by Blogger | Printable Coupons